Aspectos da fusão do Likud com “Israel Beitanu”

Escrito Por Ricardo Varnier

Na segunda-feira, dia 29 de outubro, o jornal “Folha de São Paulo” publicou o artigo “Partido do premiê israelense aprova aliança com ultraconservadores”, cujo título pode não ser o mais adequado.

No caso, os ultraconservadores citados são os membros do partido “Israel Beitanu” – que traduzido do hebraico moderno significa “Israel Nossa Casa” – é um partido nacionalista, baseado em “imigrantes russos” como são conhecidos ou chamados de maneira generalizada por lá os imigrantes de toda ex-União Soviética.

Especialistas identificam-nos como direitistas tais quais os partidos religiosos, em especial o Shas e “União da Torá Judaica” (UTJ), mas as coincidências acabam aqui. Assim como o Likud, tem entre alguns pontos programáticos o fato de serem seguidores doutrinariamente de (Ze’ev) Jabotinsky e do “Sionismo Revisionista”, defenderem a atribuição de mais força à polícia e às forças armadas, terem como moto uma Jerusalém unificada e a defesa da soberania israelense total sobre a cidade. Continuar a lerAspectos da fusão do Likud com “Israel Beitanu”