Rússia: usina nuclear do Irã será inaugurada em agosto

O vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, disse que a primeira usina nuclear iraniana vai finalmente começar a funcionar em agosto. Moscou e Teerã assinaram, em 1995, um contrato de US$ 1 bilhão para a construção da usina de Bushehr, com capacidade de produção de 1.000 megawatts de energia.

A usina deveria ter ficado pronta há muito tempo, mas vários atrasos, dentre eles a substituição de um equipamento danificado e o ataque de um vírus contra o sistema de computadores da unidade, impedem há anos a conclusão do projeto.

Ryabkov disse hoje a agências de notícias russas que a usina estará “concluída” e vai começar a funcionar no início de agosto. Os Estados Unidos e alguns de seus aliados acreditam que a usina é parte de uma tentativa do Irã de desenvolver armas nucleares. O país nega as acusações e afirma que seu objetivo é pacífico. As informações são da Associated Press.

Fonte: http://www.dgabc.com.br/News/5895688/russia-usina-nuclear-do-ira-sera-inaugurada-em-agosto.aspx

Governo investigará triangulação chinesa de calçados

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, anunciou nesta segunda-feira, 27, que o governo federal pretende abrir processo nesta semana para investigar as exportações chinesas no setor calçadista. Em visita à 43ª Feira Internacional de Moda em Calçados e Acessórios – Francal 2011, o ministro foi cobrado por produtores de calçados sobre uma prática que, segundo eles, vem sendo comum entre os chineses, que é o uso de terceiros países para burlar as regras comerciais e exportar produtos, conhecida como triangulação. Continuar a lerGoverno investigará triangulação chinesa de calçados

Hackers divulgam dados que permitem acessar servidor da Petrobras

O grupo hacker LulzSecBrazil divulgou, na tarde deste sábado (25), dados de acesso a um servidor de arquivos da Petrobras. No perfil do grupo no Twitter, foram publicados o endereço do servidor, um nome usuário e uma senha de acesso.

A Folha conseguiu acessar o sistema por volta das 17h utilizando as informações divulgadas. No servidor foi possível encontrar pastas com conteúdo como relatórios, fotos e dados de funcionários. Nenhuma informação foi alterada ou copiada nesse acesso.

Por volta das 18h o servidor já não estava disponível.

Reprodução
Tuíte do grupo hacker LulzSecBrazil com dados de acesso a servidor da Petrobras (à direita)
Tuíte do grupo hacker LulzSecBrazil com dados de acesso a servidor da Petrobras (à direita)

Na manhã desta sexta-feira (24), o mesmo grupo de hackers havia divulgado uma série de arquivos com dados pessoais de funcionários da empresa. A Petrobras negou que o servidor tenha sido invadido e informou que iria apurar a origem dos dados.

Desde a madrugada de quarta-feira (22) o grupo LulzSecBrazil tem sido responsabilizado por uma série de ataques a sites governamentais, fazendo com que alguns deles ficassem fora do ar por algumas horas. Após essa série de ataques, a Polícia Federal começou a investigar as ações.

Reprodução
Pastas criadas por usuários que tiveram acesso ao servidor da Petrobras
Pastas criadas por usuários que tiveram acesso ao servidor da Petrobras

SAIBA MAIS

O grupo de hackers LulzSec (Lulz Security) chamou a atenção mundial pela primeira vez há dois meses, com a invasão da rede on-line do PlayStation, da Sony, e com o vazamento dos dados de milhões de usuários. O serviço, de alcance global, passou dias fora do ar.

Na semana passada, o grupo assumiu um ataque ao site da CIA. Anteontem, o FBI invadiu e confiscou equipamentos de um servidor de internet no Estado de Virgínia, parte de uma investigação dos membros do LulzSec realizada junto com a própria CIA e agências europeias, segundo o “New York Times”. Um membro do LulzSec foi preso no Reino Unido.

O nome Lulz vem de LOL (“laugh out loud”, rir alto), uma gíria de internet usada, em geral, após brincadeiras on-line e pegadinhas.

Anterior e mais conhecido, o grupo Anonymous nasceu como coletivo hacker há cerca de três anos.

A exemplo do LulzSec, começou com brincadeiras on-line, até realizar uma série de ataques em defesa do WikiLeaks, em dezembro do ano passado.

Conseguiu afetar a operação de sites globais como Visa, MasterCard e PayPal, por terem suspendido contas da organização de Julian Assange, que expôs segredos americanos.

Editoria de Arte/Folhapress

 

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/poder/934967-hackers-divulgam-dados-que-permitem-acessar-servidor-da-petrobras.shtml

Empresa de segurança monitora hackers que invadiram sites do governo

O grupo de hackers autodenominado “LulzSecBrazil”, que invadiu os sites institucionais do governo federal, já discute novos alvos para a série de ataques iniciada hoje. Entre os próximos alvos estariam as páginas eletrônicas do Senado, do Tribunal de Contas da União, da Dataprev e da Infoseg. Continuar a lerEmpresa de segurança monitora hackers que invadiram sites do governo